Urbex?

Os praticantes desta modalidade enfrentam muitos riscos, derrocadas, aluimentos, abatimentos, quedas, animais, pessoas, contaminações, etc. Para fazer face a estes perigos os exploradores tendem a recorrer a equipamentos táticos ou de trabalho para sua própria segurança, no entanto o bom senso é o melhor "safety equipment" nestas lides. Por todos estes motivos, por norma, os exploradores urbanos não investigam sozinhos. Explorar acompanhado (nem sempre é fácil) e munido de telemóvel são os principios básicos de uma exploração segura. Nos últimos anos tem surgido no nosso país uma moda de exploração urbana devido ao recente destaque que a área tem recebido nos meios de comunicação social.

É fácil confundir um Explorador com um terrorista, "passa montanhas" (balaclava), walkie talkies, botas com sola e biqueira de aço, calças cargo, lanternas, mochilas e blusões militares são por norma os tipos de equipamento preferidos.

Adrenalina, agilidade, trabalho de equipa, resistência e criatividade são variáveis constantemente presentes em expedições deste género.

O Urbexer é um misto de Fotógrafo, Aventureiro, Historiador e Arqueólogo que estuda o "target" antes de o visitar seja através de reconhecimento da área ou munindo-se de documentação que lhe permita perceber o que aconteceu e o que vai encontrar na sua expedição.

O puro Explorador Urbano, age sob um código de ética rigoroso cujo lema é: tirar apenas fotografias e deixar somente pegadas. Isto é a base de tudo e leva ao não arrombar, não partir, não ser visto, não roubar e por fim não deixar vestígios da nossa passagem. Eu respeito tudo isto, só não respeito quem não cumpre...

Boas explorações e, acima de tudo, com segurança divirtam-se sem prejudicarem os locais que visitam.
Enviar um comentário